Antixenosis of the triozid, Triozoida limbata (Hemiptera: Triozidae) to some cultivars of Psidium guajava (Myrtaceae) in the field

  • Isaias de Oliveira Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (AGRAER)
  • Manoel Araécio Uchoa Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)
  • Marcos Gino Fernandes Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)
  • Cássia Regina Yurico Ide Vieira Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (AGRAER)
  • Odival Faccenda Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS)
  • Inessa S.T. de Oliveira Faculdade de Ciências Agrárias, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, Mato Grosso do Sul, Brazil

Abstract

In the guava crop, insecticides are frequently used throughout the yr in an attempt to protect new shoots from the attack of the key pest Triozoida limbata (Enderlein) (Hemiptera: Triozidae). Research is essential to investigate the resistance of cultivars for management of T. limbata populations in sustainable production systems. We evaluated the preference of T. limbata on guava cultivars in the field, and determined the longitudinal and transverse incidence of the triozid for plants of Psidium guajava L. (Myrtaceae). The evaluations were carried out in an orchard located in the Embrapa Agropecuária Oeste, Dourados, Mato Grosso do Sul, Brazil, with 8 cultivars of P. guajava, from May 2013 to Jul 2014. There were 96 plants in the area used; they were evaluated biweekly, quantifying the number of immatures and adults of the triozid using new leaves from the apex of the branches to the second pair of leaves fully expanded in 4 main branches (branches leaving the trunk) per plant. Simultaneously, to capture adults 96 plants were monitored with a yellow adhesive trap (10 × 15 cm) fixed at the height of the canopy, and the traps were changed every 15 d. The cultivars ‘Cascuda’ and ‘Kumagai’ were non-preferred for immatures of T. limbata, whereas ‘Paluma,’ ‘Tailandesa,’ ‘Novo Milênio,’ and ‘Pedro Sato’ cultivars were susceptible. There was a significant difference in the incidence of T. limbata adults between ‘Sassaoka’ and ‘Paluma’ cultivars. For the adults caught in adhesive traps, ‘Sassaoka,’ ‘Kumagai,’ and ‘Cascuda’ cultivars were not preferred, compared to ‘Paluma’ (susceptible). No difference occurred in the incidence of nymphs and adults of T. limbata between the positions of the branches, nor between plants or streets. The ‘Cascuda’ and ‘Kumagai’ cultivars are promising for guava breeding programs, aiming at resistance to T. limbata attack. To sample for T. limbata in orchards, one can evaluate the leaves of any of the 4 main branches that leave the trunk.

 

Resumo

Na cultura da goiaba são empregados inseticidas com frequência durante todo o ano, na tentativa de proteger as brotações novas do ataque da praga-chave Triozoida limbata (Enderlein) (Hemiptera: Triozidae). Pesquisas são imprescindíveis para investigar a resistência de cultivares para manejar populações de T. limbata em sistemas de produção sustentável. Avaliamos a preferência de T. limbata por cultivares de goiaba em campo e a incidência longitudinal e transversal do triozídeo em plantas de Psidium guajava L. (Myrtaceae). As avaliações foram realizadas em pomar localizado na Embrapa Agropecuária Oeste, Dourados, Mato Grosso do Sul, Brasil, com 8 cultivares de P. guajava (maio de 2013 a julho de 2014). As plantas da área útil, 96 foram avaliadas quinzenalmente, quantificando o número de imaturos e adultos do triozídeo nas folhas novas desde o ápice dos ramos até o segundo par de folhas totalmente expandidas em quatro ramos principais (ramos que saem do tronco) por planta. Além disso, as 96 plantas foram monitoradas com armadilhas adesivas amarela (10 × 15 cm) fixada na altura da copa para captura de adultos e foi trocada a cada 15 dias. Em ramos, os cultivares ‘Cascuda’ e ‘Kumagai’ foram caracterizadas como não preferidas por imaturos de T. limbata, enquanto os cultivares ‘Paluma,’ ‘Tailandesa,’ ‘Novo Milênio,’ e ‘Pedro Sato,’ foram susceptíveis. Houve diferença significativa da incidência de adultos de T. limbata apenas entre os cultivares ‘Sassaoka’ e ‘Paluma.’ Já para adultos capturados em armadilhas adesiva, os cultivares ‘Sassaoka,’ ‘Kumagai,’ e ‘Cascuda’ não foram preferidas, quando comparadas com ‘Paluma’ (suscetível). Não houve diferença da incidência de ninfas e adultos de T. limbata entre as posições dos ramos: nem entre plantas, nem entre ruas. As cultivares ‘Cascuda’ e ‘Kumagai’ são promissoras para programas de melhoramento de goiabeiras visando à resistência ao ataque de T. limbata. Em P. guajava para amostragens de T. limbata em campo, podem ser avaliadas folhas novas de qualquer um dos ramos principais.

Key Words: guava crop; horticulture; triozid; key guava pest; resistance of plant to insects

View this article in BioOne

Author Biographies

Isaias de Oliveira, Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (AGRAER)

CEPAER/AGRAER

Manoel Araécio Uchoa, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Laboratório de Taxonomia e Sistematica de Tephritidae (LabTaxon), Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). P.O.Box 241, Zip Code 79804-970, Dourados-MS, Brazil

Marcos Gino Fernandes, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Faculdade de Ciências Biológicas e Ambientais - FCBA

Cássia Regina Yurico Ide Vieira, Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (AGRAER)
CEPAER/AGRAER
Odival Faccenda, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS)
Ciência da Computação
Inessa S.T. de Oliveira, Faculdade de Ciências Agrárias, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, Mato Grosso do Sul, Brazil

Faculdade de Ciências Agrárias, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, Mato Grosso do Sul, Brazil

Published
2020-02-03
Section
Research Papers