<strong>EVALUATION OF A POCHONIA CHLAMYDOSPORIA BASED PRODUCT, FOR THE CONTROL OF MELOIDOGYNE JAVANICA IN CULTURE AND IN CARROT FIELD</strong> [AVALIAÇÃO DE UM PRODUTO À BASE DE POCHONIA CHLAMYDOSPORIA, NO CONTROLE DE MELOIDOGYNE JAVANICA EM ALFACE E CENOURA NO CAMPO]

  • R. Dallemole-Giaretta
  • L. G. Freitas
  • I. C. Cavallin
  • G. A. Marmentini
  • C. M. R. Faria
  • J. T. V. Resende

Abstract

The fungus Pochonia chlamydosporia is currently one of the most studied biological control agents for its great potential in management of root-knot nematode. The objective of this study was to evaluate the efficiency of a biological product, at the development phase, based on the fungus P. chlamydosporia, isolate Pc-10, for the control of Meloidogyne javanica on lettuce and carrot at the field level. Rizoflora Biothecnology Inc. had the special temporary registration for field application of Pc-10 isolate for agronomic efficiency tests. The experiment was arranged in a randomized block design with eight replicates per treatment. Each experimental plot was 2 m2. The treatments consisted of the doses 0.0, 3.0, 3.8, 4.5 or 9.5 g of rice colonized with P. chlamydosporia and dried, /m2 of experimental plot. Fifteen days after the incorporation of the product 21-d-old lettuce seedlings of the cultivar ‘Babá de verão’ were transplanted into each experimental plot, and the experiment was conducted for 50 d. The doses of 3.8 and 9.5 g of the product reduced the number of galls in 46.0% and 38.9% on the roots, and the number of nematode eggs in the soil by 52.3% and 53.1%, respectively. All treatments enhanced the development of the lettuce plants, compared with the control treatment. After the lettuce harvest, doses of 0, 25, 50, 75 and 100 g of product /m2 were applied, with the plot position of the new doses, lowest to highest corresponding with the doses in the previous experiment. After 15 d, the plots were seeded with carrot ‘Nantes superior’. At all of the doses, including the control treatment, low numbers of galls were observed on the roots of the carrots, without significant differences between the treatments. No statistical differences were observed for the development of plants.

O fungo nematófago Pochonia chlamydosporia é um dos agentes de controle biológico mais estudados atualmente, por apresentar grande potencial no manejo do nematoide das galhas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de um produto de controle biológico, em desenvolvimento pela empresa Rizoflora Biotecnologia S.A., à base do fungo P. chlamydosporia isolado Pc-10, no controle de Meloidogyne javanica na cultura da alface e da cenoura, em condições de campo. A empresa possuía o registro especial temporário (RET) para o teste de eficiência agronômica do fungo no campo. O experimento foi montado em blocos ao acaso, com oito repetições por tratamento, em campo naturalmente infestado com M. javanica. Cada parcela experimental foi constituída de um canteiro de 2 m2. Os tratamentos testados foram as doses 0,0, 3,0, 3,8, 4,5 ou 9,5 g do produto na forma de arroz de segunda colonizado por P. chlamydosporia e seco, por metro quadrado de canteiro. O produto foi incorporado ao solo a 10 cm de profundidade e mantido úmido a aproximadamente 60% da capacidade de campo, por 15 d. Após este período, foram transplantadas 32 plântulas de alface “Babá de verão” com vinte e um dias de idade em cada parcela e o experimento foi conduzido por 50 d. As dosesde 3,8 e 9,5 g de produto /m2 de canteiro reduziram o número de galhas em 46,0% e 38,9 % e o número de ovos do nematoide em 52,3% e 53,1%, respectivamente. Todas as doses do produto testadas influenciaram positivamente o desenvolvimento das plantas de alface, quando comparado ao tratamento-testemunha. Após a coleta da alface, foram aplicadas ao solo das parcelas, da menor para a maior dose prévia, as doses 0, 25, 50, 75 ou 100 g de produto /m2 de canteiro. Depois de 15 d, semeou-se a cultura da cenoura “Nante superior”. Em todas as doses testadas, inclusive no tratamento-testemunha, constatou-se baixo número de galhas nas raízes de cenoura em todas as parcelas, não havendo diferença entre os tratamentos testados. Nenhuma diferença estatística foi observada também no desenvolvimento vegetativo das plantas.
Published
2013-06-01
Section
ELECTRONIC ARTICLE/ARTICULO ELECTRONICO