Thrips species (Thysanoptera: Thripidae) in Brazilian papaya (Brassicales: Caricaceae) orchards as potential virus vectors

Authors

  • José Salazar Zanuncio-Junior Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural - Incaper, PO Box 01146, 29001-970, Vitória-ES, Brasil
  • David dos Santos Martins Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural - Incaper, PO Box 01146, 29001-970, Vitória-ES, Brasil
  • Maurício José Fornazier Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural - Incaper, PO Box 01146, 29001-970, Vitória-ES, Brasil
  • José Aires Ventura Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural - Incaper, PO Box 01146, 29001-970, Vitória-ES, Brasil
  • Renan Batista Queiroz Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural - Incaper, PO Box 01146, 29001-970, Vitória-ES, Brasil
  • Sílvia Marisa Jesien Pinent Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 91501-970, Porto Alegre-RS, Brasil
  • José Cola Zanuncio Universidade Federal de Viçosa, 36570-000, Viçosa-MG, Brasil

Keywords:

Carica papaya, Frankliniella australis, Frankliniella schultzei, Retithrips syriacus, Selenothrips rubrocinctus

Abstract

Thrips (Thysanoptera: Thripidae) are pests of many fruit crops because they cause feeding damage or act as virus vectors. Seven thrips species were collected using Moericke yellow traps in papaya (Brassicales: Caricaceae) orchards, and Selenothrips rubrocinctus (Giard), the most frequent one (76.6%), occurred during all months evaluated. This is the first record of Frankliniella schultzei (Trybom) and F. australis Morgan in papaya orchards. Some of these species are minor pests of papaya, but some of them, such as F. schultzei, were reported as virus vectors to other commercial crops. The importance of these findings and needs for future research are discussed.

 

Sumário

Tripes (Thysanoptera: Thripidae) são pragas de plantas frutíferas devido à sua alimentação ou como vetores de vírus. Sete espécies de tripes foram coletadas em armadilhas amarelas Moericke em pomares de mamão (Brassicales: Caricaceae) e Selenothrips rubrocinctus (Giard), a espécie mais frequente (76,6%), que ocorreu em todos os meses de avaliação. Frankliniella schultzei (Trybom) e F. australis Morgan são registradas pela primeira vez em cultivo de mamão. Algumas destas espécies são consideradas pragas secundárias para mamão, mas outras foram relatadas como vetores de vírus para outras culturas comerciais, como F. schultzei. A importância dessas constatações e a necessidade de futuras pesquisas são discutidas.

 

View this article in BioOne

Author Biography

José Salazar Zanuncio-Junior, Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural - Incaper, PO Box 01146, 29001-970, Vitória-ES, Brasil

Centro Regional de Desenvolvimento Rural Centro Serrano

Downloads

Published

2016-03-29

Issue

Section

Scientific Notes